gallery/logotipo

(Voltar ao índice)

Região malar (maçãs do rosto) e Face-lift

gallery/face

Face-lift

Para que serve?

  • O face-lift é o procedimento cirúrgico mais completo para o rejuvenescimento facial, melhorando a flacidez, rugas e sulcos

O que é?

  • O face-lift consiste numa cirurgia em que os tecidos da face são sujeitos a uma re-suspensão segundo vectores que devolvem as características de uma face jovem, contrariando os efeitos da gravidade e do excesso de pele que se vai estabelecendo com a idade. Um face-lift, segundo os conceitos actuais, baseia-se no trabalhar e reorientar dos tecidos que estão abaixo do plano cutâneo (SMAS – sistema musculo-aponevrótico superficial), e não apenas no “esticar” da pele, que originam resultados desfavoráveis, como a “cara em túnel de vento” e os lóbulos das orelhas “tipo duende” (“pixie ears”). Acreditamos, por isso, que um face-lift completo implica algum grau de descolamento cutâneo para obter bons resultados, em alternativa ao que é oferecido por alguns, que podem eventualmente sentir-se menos à vontade com este tipo de técnicas e recorrem a procedimentos minimalistas.

  • Ao contrário do que se possa pensar, os resultados mais naturais obtêm-se quando o procedimento é realizado em pessoas relativamente jovens, a partir dos 40 anos, pois a transição entre o antes e o depois é menos dramática, mantendo, no entanto, os alicerces que caracterizam uma face jovem por muitos anos.

  • O face-lift clássico diz respeito ao terço médio da face (da região abaixo dos olhos à zona da boca), mas complementando-o com outras técnicas, como o lift frontal, a blefaroplastia, o preenchimento com enxerto de gordura e o lift do pescoço, podemos obter resultados mais harmoniosos e completos para toda a face e pescoço. Os procedimentos a realizar têm de ser avaliados caso a caso, pelo que não aplicamos uma fórmula padronizada para todos os doentes

Tempo do procedimento

  • 3 a 5 horas, dependendo da complexidade dos casos

Outros procedimentos que se podem associar

  • Lift frontal, blefaroplastia superior, blefaroplastia inferior, preenchimento com enxerto de gordura, lift do pescoço

Tipo de anestesia

  • Anestesia geral.

Cicatriz

  • As cicatrizes ficam disfarçadas nas zonas circundantes à orelha, patilhas e couro cabeludo, tornando-se imperceptíveis passados alguns meses

Internamento

  • Geralmente requer 2 dias de internamento

Recuperação

  • Durante a primeira semana existe algum inchaço nas zonas operadas, que vai diminuindo nas semanas seguintes. A pessoa está apta a trabalhar geralmente a partir do 8.º a 10.º dia. O resultado final só é fielmente avaliado a partir do 3.º a 4.º mês

Riscos e problemas mais frequentes

  • Hematoma, dormência, fraqueza muscular da face (parésia facial), infecção, inchaço persistente, olhos secos, má cicatrização, mudança na zona de implantação do cabelo. O tabaco potencia estes riscos, pelo que a paciente deve deixar de fumar durante pelo menos as 3-4 semanas que antecedem a cirurgia para obter bons resultados com maior grau de segurança

Longevidade do procedimento

  • O face-lift rejuvenesce a face em 10 anos em relação ao ponto de partida, e geralmente mantém-se essa mesma diferença ao longo da vida