gallery/logotipo

(Voltar ao índice)

Mama e Tórax

gallery/breast

Para que serve?

  • Melhora a forma da mama, recuperando um aspecto mais jovem e corrigindo a sua "queda"

O que é?

  • O lift mamário, ou mastopexia, é um procedimento cirúrgico que permite reverter o efeito de queda da mama que se adquire com a idade ou em peitos que se tornam mais “vazios”. Consiste na readaptação do tecido mamário de maneira a recuperar a forma da mama, reposicionando também o mamilo na sua altura ideal. É assim possível remover o excesso de pele que foi esticada durante gravidezes ou variações de peso. Em casos em que haja ao mesmo tempo o desejo de aumentar o volume da mama, é possível combinar o lift mamário com a colocação de uma prótese de silicone. Dependendo do grau de queda da mama, diferentes técnicas podem ser utilizadas e serão discutidas na consulta. Já em casos em que a mama já apresenta algum volume, poderá ser possível realizar o lift da mama e aproveitar todo o tecido de modo a aumentar a projecção, uma técnica que denominamos de “auto-próteses”, que usa apenas os tecidos da própria pessoa, sem necessidade de recurso a próteses de silicone. De qualquer forma, só através de uma consulta conseguimos definir com rigor qual a opção mais indicada no seu caso

Tempo do procedimento

  • 1h30 a 2h

Outros procedimentos que se podem associar

  • Abdominoplastia, lipoaspiração, lift das coxas (cruroplastia)

Tipo de anestesia

  • Anestesia geral

Cicatriz

  • Conforme o tamanho e forma da mama, as opções cirúrgicas variam entre uma cicatriz periareolar (circundando a aréola), a técnica de cicatriz vertical (uma cicatriz à volta da aréola combinada com uma cicatriz vertical abaixo da aréola) ou então essas mesmas cicatrizes em associação a uma outra cicatriz horizontal ao longo do sulco inframamário (a chamada cicatriz em “T” invertido)

Internamento

  • 1 dia de internamento

Recuperação

  • Pode regressar ao trabalho em cerca de 5-7 dias desde que não implique esforços. Recomendamos que a elevação completa dos braços se inicie apenas a partir da segunda semana. A actividade desportiva pode ser realizada a partir das 6 semanas. Deve também usar um soutien compressivo (recomendado pela nossa equipa) durante 6 semanas. Ao fim de alguns meses, as cicatrizes obtêm uma tonalidade semelhante à da pele circundante, ficando menos perceptíveis. A drenagem linfática feita por profissionais com experiência neste tipo de procedimentos é uma técnica complementar que pode ser realizada a partir dos 15 dias

Riscos e problemas mais frequentes

  • Por vezes inicialmente surge um desconforto facilmente tolerável e controlável com analgesia, inchaço (que pode ser prolongado no tempo), ou atraso na cicatrização, sendo também possível a sensação de calor durante algumas semanas, e mudança na sensibilidade do mamilo (aumentada ou diminuída). Menos frequentes são a cicatrização em excesso ou hiperpigmentação das cicatrizes, o hematoma ou infecção. As mamas podem ser sensíveis à estimulação por algumas semanas. Com o tempo, a perda de elasticidade dos tecidos, traumatismos, alterações do peso ou gravidezes podem alterar a forma da mama. No caso da cirurgia incluir a colocação de próteses mamárias é necessário ter em conta que no futuro tanto uma prótese mamária ou ambas podem ter também de ser removidas e/ou substituídas para o tratamento de problemas como a ruptura do implante, a formação de tecido de cicatrização em torno do implante - contractura capsular, o que pode causar a sensação de seio a sentir apertado ou duro -, hemorragia ou infecção

Longevidade do procedimento

  • Os resultados perduram por muitos anos, podendo haver variáveis (a perda de elasticidade dos tecidos com a idade, traumatismos, alterações do peso ou gravidezes) que condicionam o resultado

Lift Mamário (Mastopexia)

gallery/arrow-anim