gallery/logotipo

(Voltar ao índice)

Abdómen e Flancos

gallery/barriga-1

Para que serve?

  • Melhora a estética da barriga quando os problemas incidem apenas na sua porção inferior

O que é?

  • A miniabdominoplastia é um procedimento cirúrgico que é utilizado quando os problemas a nível estético do abdómen (“barriga”) não são suficientes que justifiquem uma abdominoplastia formal, mas ainda assim há algum excesso de pele e gordura abaixo do umbigo, que pode ser removida sem reposicionar o umbigo, podendo associar à técnica uma lipoaspiração complementar e a plicatura dos músculos abdominais (“re-tensionar” da musculatura). A abdominoplastia também rejuvenesce a região púbica, com um aparente efeito de lift dos grandes lábios. O resultado final é uma barriga mais lisa e atraente, com uma cicatriz que se esconde dentro da roupa interior

Tempo do procedimento

  • 1 hora

Outros procedimentos que se podem associar

  • Lipoaspiração, aumento mamário, redução mamária, lift mamário, braquiplastia

Tipo de anestesia

  • Anestesia geral

Cicatriz

  • A cicatriz é horizontal e fica situada a um nível um pouco abaixo do bordo superior da roupa interior usada, ou seja, cerca de 7 cm acima da extremidade superior da vulva, e geralmente percorre a parte anterior da barriga, embora a sua verdadeira dimensão só possa ser calculada caso a caso. É, por isso, importante, que a paciente traga consigo para a consulta e para o dia da cirurgia o tipo de roupa interior que mais frequentemente usa, sendo que uma boa alternativa é a região não bronzeada da praia, que é também um bom indicador da zona ideal para o posicionamento da cicatriz

Internamento

  • 1 dia de internamento

Recuperação

  • Pode retomar a actividade profissional às 2 semanas dependendo do trabalho, desde que não exija esforços. O exercício físico retoma-se às 6 semanas. Durante esse tempo, deve usar uma cinta abdominal compressiva, recomendada especificamente pela nossa equipa. A drenagem linfática feita por profissionais com experiência neste tipo de procedimentos é uma técnica complementar que pode ser realizada a partir dos 15 dias

Riscos e problemas mais frequentes

  • Inicialmente pode haver alguma sensação de desconforto que é geralmente facilmente controlável com analgesia. A nossa indicação é para as pacientes se levantarem na cama após o primeiro dia, e após 3-4 dias é de esperar que consigam colocar-se numa posição perfeitamente vertical. É de esperar algum inchaço e nódoas negras nos primeiros dias, e uma redução da sensibilidade da pele “esticada” durante algumas semanas a meses. O facto de não se reposicionar o umbigo, ao contrário do que acontece numa abdominoplastia, leva a que possa uma ligeira descida do umbigo em relação à sua prévia posição. Os problemas mais frequentes são o seroma e pequenos problemas de cicatrização, que são geralmente pouco relevantes. Mais raros são o hematoma e a infecção, bem como a cicatrização excessiva. Uma das complicações mais temíveis é a tromboembolia pulmonar, pelo que a deambulação precoce é importante

Longevidade do procedimento

  • O procedimento é definitivo desde que não haja variações importantes do peso ou novas gravidezes

Miniabdominoplastia