gallery/logotipo

(Voltar ao índice)

Região malar (maçãs do rosto) e Face-lift

gallery/face

Peeling Químico

Para que serve?

  • Melhora a aparência e textura da pele, sequelas de acne e rugas superficiais, sardas ou manchas

O que é?

  • O peeling químico restaura a pele enrugada, manchada, pigmentada irregularmente e danificada pelo sol, utilizando uma solução química para descascar as camadas superficiais da pele. Este procedimento funciona melhor em pele clara, fina e com rugas superficiais. Conforme a profundidade de tratamento desejada, vários produtos se podem usar, desde o ácido glicólico (alfa-hidroxiácido - AHA), ácido tricloroacético, ácido salicílico, até ao fenol (mais profundo, e também com mais riscos)

  • Um dos agentes mais populares é o ácido tricloroacético (TCA), que tem várias formulações que lhe permitem atingir diferentes profundidades consoante os objectivos do tratamento. Além disso, tem um bom perfil de segurança e de recuperação, já que permite tratamentos mais frequentes que não impedem a realização de actividades sociais nos dias seguintes (fica apenas com aspecto de queimadura solar), ou então tratamento único, embora neste caso haja descamação da pele durante cerca de 1 semana. Assim, a paciente pode adaptar o tratamento às exigências da sua vida pessoal 

Tempo do procedimento

  • O processo leva cerca de 30 minutos a 1 hora para as zonas localizadas e até duas horas para a face completa

Tipo de anestesia

  • Geralmente não necessário, podem ser utilizados anestésicos tópicos

Cicatriz

  • Sem cicatrizes

Internamento

  • Não requer internamento

Recuperação

  • Depende da profundidade do peeling.

  • Peeling de TCA: a nova pele forma-se em cinco a dez dias. A vermelhidão irá desaparecer após várias semanas

  • Durante o período de recuperação, a protecção solar é essencial, pois a pele se encontra muito sensível

Riscos e problemas mais frequentes

  • "Espinhas" pequenas (temporárias), raramente pode haver casos de infecção, reactivação do herpes simplex labial, cicatrizes inestéticas, alergias de pele, feridas, excesso de pigmentação temporária da pele. No caso de peeling com fenol, podem raramente ocorrer alterações cardíacas (ex.: arritmias)

  • Geralmente, pessoas de pele clara são os pacientes ideais para peelings químicos. Pessoas de pele escura também podem ter bons resultados, dependendo do tipo de problema que está sendo tratado. Entretanto, o risco de o tom de pele ficar desigual após o procedimento aumenta

Longevidade do procedimento

  • O resultado do peeling depende do propósito a que se destina e da sua profundidade, mas geralmente mantém-se por alguns anos